Volta às aulas e adaptação diante da pandemia recolocam em pauta os desafios de aprendizagem

Com a nova alta dos casos de covid-19, fica a dúvida dos pais sobre manter os filhos em atividades escolares presenciais ou se eles continuam no modelo híbrido, que apresenta grandes desafios à aprendizagem e, também, à detecção de dificuldades nos aspectos de comunicação e linguagem infantil.


Segundo a fonoaudióloga Maria Ana Brito Valim, presidente da comissão de educação do Conselho Regional de Fonoaudiologia – 3ª Região (CREFONO3), cliente da AIs. Comunicação e Estratégia, a escola é o local onde se identifica com mais frequência casos em que uma criança precisa de acompanhamento profissional. Para isso, segundo a profissional, é preciso um olhar atento de professores e pais, e a realização de atividades à distância compromete essa percepção.


A tecnologia traz inúmeras vantagens para a continuidade do ensino, mas nada substitui a autonomia e a interação pessoal do aluno com seus colegas e docentes, fatores tão presentes e fundamentais no ambiente escolar e para o desenvolvimento infantil. Isso eleva a responsabilidade dos pais, que precisam investir em tempo de qualidade com as crianças. Saiba mais conferindo a íntegra do release.

10 visualizações0 comentário
Fale conosco