PMEs inovam na gestão financeira para sobreviver à crise

Startup paranaense aponta falhas e riscos no descontrole de custos, despesas e lucros

Quando a transformação digital já é um imperativo para a maioria das Pequenas e Médias Empresas, eis que surge mais um desafio: a gestão financeira na “era coronavírus”. Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às micro e pequenas empresas (Sebrae), 5,3 milhões de pequenas empresas tiveram o seu funcionamento alterado no período, além de cerca de 30% dependerem de empréstimos para se manterem operantes. Administrar custos, despesas e, até lucros, é bastante difícil para essas empresas, mas durante a execução das rotinas em home office, não pode se tornar uma ‘Missão Impossível’. As rotinas podem ser não somente simplificadas, como também garantidas através do gerenciamento eletrônico de processos, como o software desenvolvido pela Celero, startup paranaense que domina a automação financeira no País.

Mudanças na oferta de serviços, desenvolvimento de novos produtos, adesão ao atendimento online e formatação de delivery, foram apenas alguns dos projetos e processos que mudaram a rotina das PMEs no período. Mas, apesar desta necessidade repentina de reinvenção, as quais muitos negócios ainda não estavam preparados para fazer, seguir a ‘maré tecnológica’, que invadiu o mercado durante a crise, contribuiu também para a profissionalização e, dentre tantas dificuldades, adotassem medidas mais eficientes para uma gestão financeira facilitada e vantajosa, sob o crivo do distanciamento social. “Com o software exclusivo da Celero, além de contar com um upgrade nos processos, as empresas ainda recebem suporte técnico para pagar menos taxas e se beneficiar mais do que os bancos oferecem, reduzindo custos e permitindo um olhar cada vez mais estratégico sobre o negócio”, afirma João Tosin, CEO da Celero.

O impacto econômico advindo da crise na saúde é inquestionável, especialmente quando, frente à ausência de caixa, a manutenção das empresas de pequeno e médio porte depende de cortes e aportes financeiros emergenciais. Entretanto, muitos empresários desconhecem que saber como utilizar os incentivos de crédito é mais importante do que conquistá-los, inclusive, com a prática do home office, que faz com que as empresas, independente do porte, precisem contar com softwares de gestão e inovação em todas as áreas, e claro, no financeiro, isso deixa de ser uma sugestão ou desejo, para ser efetivamente uma necessidade.

A experiência de mercado aponta que recursos não bastam, muitas empresas enfrentam efetivamente dificuldades para gerir as suas finanças. E neste ano, com toda a dificuldade econômica e a recessão que se instalou, a gestão financeira, que já representava o ponto de maior atenção de um negócio, tornou-se seu segredo de sobrevivência.

Por isso, a Celero, além de garantir o processamento de todas as rotinas da área, desenvolveu a única plataforma do Brasil que realiza a automação bancária. Um sistema que interliga todos os bancos e, através de simples cliques, abre inúmeras opções e possibilidades para os usuários, como a comparação de serviços e taxas, antes de contratá-los. Além dos serviços bancários, os clientes Celero contam ainda com o apoio de técnicos que atuam em toda a gestão financeira da empresa, após o carregamento dos arquivos de documentos, contabilizando tudo de forma ágil e precisa. A própria startup levantou alguns índices que revelam as maiores dificuldades das PMEs na gestão financeira, dentre elas: um crescimento de 11 vezes no número de dívidas acumuladas, a adição de 259% de contas pagas após os vencimentos e o aumento de 230% nas receitas “não recebidas”.

O Brasil tem hoje 89,9% dos CNPJS registrados como PMEs, responsáveis por um fluxo significativo na geração de renda e emprego, fatores extremamente relevantes para a recuperação do País. “Ocorre, porém, que essas empresas são as menos qualificadas e profissionalizadas no quesito gestão. Estima-se que 85% desses empreendedores não saibam a importância da gestão financeira que, naturalmente, não é só pagar contas. Entre as PMEs que fecham as portas, 6 em cada 10 alegam desconhecer os problemas de gestão”, ressalta Tosin.

Como nasceu a Celero?

A Celero foi lançada oficialmente em 2016, mas está no mercado desde 2014, iniciando sua trajetória como uma consultoria financeira. Com a disciplina e trabalho que qualquer empreendimento exige, João Tosin, João Augusto Betenheuzer e Pedro Chaves remodelaram o negócio e lançaram, dois anos depois, uma startup inovadora, com serviços de gestão e automação para departamentos financeiros. Hoje, a startup oferece, através de tecnologia, um departamento financeiro online para PMEs de todas as regiões do País, com uma plataforma única no mundo que automatiza toda a rotina financeira, transformando fotos ou imagens de documentos em relatórios financeiros e operações bancárias. A tecnologia, inclusive, pode ser utilizada sem a exigência de nenhum conhecimento técnico do setor, diferencial para os empreendedores, impactados muitas vezes pela burocracia e desconhecimento das rotinas financeira e tributária do Brasil.


AIs Comunicação e Estratégia

www.aiscomunicacao.com.br (41) 3053-7228

Ligia Gabrielli - (41) 98700-2363 (Whats)

Elizangela Grigolletti - (41) 98868-8723 (Whats)

8 visualizações
Fale conosco